Fique por dentro

Voltar
Blog Vodol - ANTIFÚNGICOS DE USO TÓPICO NO TRATAMENTO DE MICOSES CUTÂNEAS E CASPA

ANTIFÚNGICOS DE USO TÓPICO NO TRATAMENTO DE MICOSES CUTÂNEAS E CASPA

Estudo mostra que as micoses superficiais estão entre os principais motivos de consultas dermatológicas e a caspa é uma queixa comum à grande parte dos indivíduos .

Estudo mostra que as micoses superficiais estão entre os principais motivos de consultas dermatológicas e a caspa é uma queixa comum à grande parte dos indivíduos em algum momento da vida. Tais problemas são causados e/ou agravados por fungos. O mesmo estudo investigou qual a demanda e quais os principais antifúngicos utilizados em produtos dermatológicos, em uma farmácia de manipulação na cidade de Londrina, Estado do Paraná. Dentre os diferentes produtos, os antifúngicos foram os mais solicitados, compreendendo 17,19% da produção, sendo os ativos mais utilizados: cetoconazol, piritionato de zinco, violeta de genciana e MICONAZOL. Foi observado aumento significativo na demanda, nos meses de fevereiro e março, em especial dos que contém cetoconazol e miconazol, sugerindo que o verão, provavelmente, pelo calor e a maior frequência das pessoas nas piscinas e praias, a ocorrência de micoses é favorecida e por isso os cuidados higiênicos devem ser redobrados.

 

Um outro ponto importante levantado nesses estudo foi  o aumento na incidência de infecções fúngicas nas últimas décadas, o que pode ser explicado, dentre vários motivos, pelo uso abusivo de antibióticos e drogas citostáticas (BROOKS et al., 2000; OLIVEIRA; CORTEZ, 2006). O frequente abandono do tratamento, também aumenta a possibilidade de recidiva, fazendo dos cuidados higiênicos simples e diários medidas fundamentais para a prevenção.